Crianças em risco na Colômbia encontram futuro

  • 13/06/2018
  • 0 Comentário(s)

Crianças em risco na Colômbia encontram futuro

Neste mês de junho, duas datas referentes à proteção da criança se destacam. No dia 4 de junho, comemora-se o Dia Internacional da Criança Vítima de Agressão e no dia 12 de junho, o Dia Mundial contra o Trabalho Infantil. Nesse contexto, lembramos que na Colômbia grupos guerrilheiros recrutam crianças para a guerrilha sob o pretexto de um futuro melhor, dinheiro e poder. Muitas vezes eles enganam as crianças, mas às vezes as obrigam a juntar-se a eles. Isso num ambiente em que a pobreza e a falta de oportunidades predominam.

Hoje você vai conhecer a história de Felipe*, um garoto de 16 anos que vive em um dos abrigos para crianças da Portas Abertas na Colômbia. Os pais dele o enviaram para lá, junto com o irmão Fabián, por causa do perigo de recrutamento forçado por grupos armados ilegais. Seus pais, Antônio* e Marina*, são pastores em uma zona de conflito. O próprio Antônio trabalhava no passado com cocaína, batia na esposa e nos filhos e bebia constantemente. “Mas Jesus veio à minha vida e eu tomei a decisão de mudar”, compartilha o pai. Com isso, começou a perseguição.

Livre das guerrilhas, livre para sonhar

No começo do ministério pastoral, cinco anos após a conversão, Antônio começou a pastorear uma igreja que tinha sido fechada dois anos antes, e sabia que corria o risco de ser morto pelas guerrilhas. “Eu sabia que Deus tinha me enviado para lá e se meu destino fosse morrer por Cristo, eu morreria fazendo sua vontade”, compartilha. Desde então, grupos guerrilheiros ainda controlam a região com violência. Mas devido à resistência dos cristãos e de pastores como Antônio e Marina, a Igreja Perseguida da Colômbia sobrevive e se fortalece, pronta para encarar os desafios.

Felipe testemunhou o fiel trabalho e exemplo dos pais. No centro da Portas Abertas, ele recebeu apoio acadêmico e pastoral. Foi lá que seu sonho de se tornar missionário na Coreia do Norte nasceu e foi nutrido. Graças a Deus, Felipe teve um destino diferente, porque encontrou abrigo longe da ameaça das guerrilhas. Ore por tantas crianças em situação de risco em todo o mundo e, especialmente, na Colômbia. Que haja muitos “Felipes” que encontrem um destino diferente e um sonho a seguir.

* Nomes alterados por questão de segurança.

0 Comentários


Deixe seu comentário


Aplicativos


 Locutor no Ar

DJ Francis

Top Gospel

Peça Sua Música

Não estamos recebendo pedidos de músicas. Grande abraço!


Top 5

top1
1. Gabriela Rocha

Lugar Secreto

top2
2. Patrícia Romana

Montanha

top3
3. Juliano Son

Lindo És

top4
4. Preto no Branco

Ninguém explica

top5
5. Aline Barros

Ninguém explica

Anunciantes